Ações judiciais por inadimplência em condomínio diminuem

Ações judiciais por inadimplência em condomínio diminuem. Conforme levantamento do Secovi-SP, em fevereiro, foram ajuizadas 732 ações por falta de pagamento da taxa condominial, contra 848 registradas em janeiro deste ano.

Levantamento do Departamento de Economia e Estatística do Secovi-SP (Sindicato da Habitação), realizado no Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo, mostra que o número de ações de cobrança por falta de pagamento do rateio condominial caiu 13,7%.

Em fevereiro de 2015, foram ajuizadas 732 ações, contra 848 registradas no mês anterior. Comparado a fevereiro de 2014 (675 registros), houve ligeira alta de 8,4%.

Acumulado – Em janeiro e fevereiro, deram entrada nos fóruns da cidade de São Paulo 1.580 ações, 19,9% a mais que as 1.318 registradas em igual período de 2014. No acumulado dos últimos 12 meses – março de 2014 a fevereiro de 2015 -, o volume alcançou 9.309 ações, o que equivale a uma redução de 1,5% em relação às 9.451 ações ajuizadas de março de 2013 a fevereiro de 2014.

Conforme explica Hubert Gebara, vice-presidente de Administração Imobiliária e Condomínios do Sindicato, dentre os fatores que contribuíram para reduzir as pendências, estão os acordos extrajudiciais, que surtem efeito na maioria das vezes.

“Os síndicos e as administradoras precisam continuar reforçando a cobrança”, aconselha Gebara, que propõe a realização de campanhas de conscientização para destacar a importância do pagamento do rateio mensal para o equilíbrio das contas do condomínio.

Fonte: Secovi